quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

2010


12 meses profundos em vida, em lagrimas, em sorrisos, em sutilezas.
Penetração do espirito.
12 meses em transe, em euforia, em depressão, em extremos.
12 meses fundamentais, decisivos para os restantes meses, anos, minha vida.
Em que paz e serenidade lutaram para se fazer notar. Um ano onde a descoberta de mim mesma me levou ao encontro d mim mesma. Me analisei, me conheci, me entendi, encontrei respostas, tomei decisões que me influenciarão daqui em diante, compreendi o sentido no tempo, na morte, nesta passagem, na musica, na arte, no sexo, nos sonhos, no ser mãe, no ser amiga, no ser filha, no ser mulher.




Eu nunca estive tão apaixonada pela vida. Tão feliz por estar viva. Viver. Hoje eu choro em qualquer momento forte, vincado de vida, mas de felicidade. Eu quero sentir tudo tanto. Com intensidade. Eu quero viver a sério. Quero sentir tudo tanto, independentemente de ter uma vida simples, quero que seja intensa. Quero apreciar, ter prazer. Presenciar o auge de mim mesma.

Como ela:








Luana

Perfeito. Feliz. Amor incondicional. Princesa Lua. Minha. Minha filha.
Este ano deixou de ser bebé. É agora uma menina. Tudo.
Cudifria. Pacagaio. Impardo. Pampeca. Biblon. Putador. Plusticina. Secada. Fazi.

A música favorita da princesa:









Paz. Feliz. Obrigada Pedro.





Julho 24


Despedidas.
Sei que é amor eterno, genuino e certo.
Casa comigo.










Entre tempo e distância, não nos perdemos. Aprendemos que não consigamos deixar de nos achar.



Agosto 02
Dezembro 26


Um anjo, uma bússola no meu caminho. Amizade. Crescer. Aprender.
Do mais importante. Do mais especial. Sempre.
Obrigada.
Flor de Lis.














Dentro da bolha, só nós nos compreendemos, ou pelo menos tentamos. Existem momentos inesquecíveis. Essa amizade foi um deles.




Pequenas Coisas

Jazz. Vinil. Batom vermelho. Six Feet Under. Filmes franceses. Almodovar. Adam Lambert. Sushi. Livros. Japão. Vinho. Chocolate. Segredos. Arte. Fotografia.














Maio 29-30

Perdi o meu pai.
Ao som desta música.



Saudade eterna. Muito amor. Piriquita.




Para ti, a única canção que sabias de cor.





Maio 24

Música

Descobri. Encontrei. Aprendi. Ouvir, Apreciar, escolher.
Jazz fundamentalmente.
Cantar. Paixão outrora escondida. Revelou-se. Amo.

Dinah washington. Billie Holliday. Nina Simone. Etta James. Louis Armstrong. Peggy Lee. Miles Davis. Frank Sinatra. Nat King Cole. Tony Bennett. Ray Charles. George Benson. Bessie Smith. Nancy Kelly. Sarah Vaughan.







Amizade

Este ano ofereceu-me oportunidades, deu-me o prazer de conhecer e me aproximar de pessoas fantásticas! Uns "alguens" singulares e maravilhosos ao seu jeito! Este ano permitiu-me criar laços e memorias pra vida!

Obrigada a todos. Muito amor. Máximo respeito. Momentos únicos. Como família.







































Setembro 2


Moi Aline.
A melhor despedida.
Uma amizade maior. Mais e mais.








Este ano posso afirmar que dei um passo, me sinto mulher, racional, feliz independente do mundo, segura, confiante, e consciente, que nunca pararei de crescer, de melhorar, de ser mais mulher. Crescer como condição eterna. Que ainda me falta um longo caminho pela frente! E nele, meu único e grande objetivo, é ser feliz, ter paz, dando o valor devido ás coisas, especialmente as pequenas coisas. Ser a cada dia uma pessoa melhor e poder a cada dia enriquecer a minha vida com o que considero me fazer sentir completa e satisfeita, hoje e mais l[a para o final dela!
Em 2010 aprendi a olhar a longo prazo, para viver hoje. O sentido de ser pessoa. Não perder tempo! A vida é algo singular e não tem segundas chances!


Que 2011 seja o dobro de tudo isto.


Até para o ano.

2 comentários:

Stela disse...

Maria, querida, você é a cara do meu 2010.
Obrigada por ele

Debora Dias disse...

sei que nao somos amigas, ou talvez nem coisa parecida, mas tens MUITO MUITO MUITO jeito pa escrita. adoro o que escreves, o sentimento que poes nas palavras! parabens!